Organização do Oscar expulsa Harvey Weinstein após denúncias de assédio sexual
Harvey Weinstein foi afastado do estúdio de cinema após assédios serem denunciados.

Organização do Oscar expulsa Harvey Weinstein após denúncias de assédio sexual

Compartilhe!

Publicidade

Continuando o caso das denúncias de assédio sexual que pairam sobre Harvey Weinstein, o fundador da Miramax e da Weinstein Corporation agora foi expulso da Academia de Arte e Ciências Cinematográficas dos Estados Unidos, a organizadora do Oscar, por conta das denúncias. A expulsão foi anunciada por um comunicado da Academia onde constava que ele “não merece respeito de seus colegas”.

A decisão é mais do que acertada, porém cabe ressaltar o histórico negativo da academia no que tange essa questão, pois a premiação organizada pela organização já premiou ou, ao menos, indicou diversas outras figuras que foram acusadas de assédio sexual e de violência doméstica, como é o caso de Johnny Depp, Roman Polanski (já indiciado inclusive por pedofilia) e, no mais recente caso, Casey Affleck, que ganhou o oscar de melhor ator este ano e teve “direito” à um protesto silencioso de Brie Larson que o anunciou como vencedor.

Weinstein, que havia sido acusado por 9 atrizes eu matéria do New York Times, também viu a lista de acusantes aumentar com denúncias públicas feitas por outras atrizes, como Angelina Jolie, Gwyneth Paltrow, Cara Delevigne e outras mulheres.


Compartilhe!

Rafael TAB

Rafael tem 26 anos e mora no interior de São Paulo. Diagnosticado com transtorno bipolar é fissurado por cultura pop e nerd desde os 9 anos de idade quando foi apresentado ao sítio do Pica Pau Amarelo e logo depois ao fantástico mundo de Harry Potter. Hoje é um grande fã de O Senhor dos Anéis e Star Trek. Tem fascinação por áudio-visual, tecnologia e games.

Deixe uma resposta

Fechar Menu