O desaparecimento dos filmes “piratas” no KODI
Plugins do KODI estão desaparecendo da Web

O desaparecimento dos filmes “piratas” no KODI

Compartilhe!

Publicidade

O KODI é um software livre e de código aberto que oferece serviços voltados à mídia. Ele é uma estação de mídia em que você pode adicionar filmes, serviços e servidores de mídias, centralizando todo o seu conteúdo de audiovisual em um local só. Por ser um software livre e de código aberto, ele permite que qualquer pessoa possa desenvolver aplicações que adicionem funcionalidades à central de mídia.

Criadores como o autodenominado The_Alpha, criavam repositórios e serviços de acesso para serem utilizados no KODI. Dois dos grandes exemplos são o Colussus Repository e o Alpha Repository, ambos desenvolvidos por The_Alpha e que liberavam acesso dos usuários para uma série de filmes. Na verdade, eles não “são” mais. Eles “eram”.

The_Alpha recebeu uma cartinha da organização Alliance for Creativity and Entertainment (ACE), um grupo que reúne algumas “pequenas” produtoras, como Disney, Fox, Netflix, Amazon, Paramount, HBO e outras tantas. A carta era uma clara ameaça para The_Alpha: Ou ele retiraria seus softwares do ar e interrompesse seus desenvolvimentos ou ele iria receber um processo da tal aliança. É de se esperar que o processo seria bem distante de ser justo, já que os advogados que representam a ACE provavelmente seriam os melhores e mais caros do mundo. Algumas pessoas diriam sobre a possibilidade de que juízes poderiam ser comprados também, mas até parece que essas coisas existem, né? Né?

O resultado foi que todos os Softwares desenvolvidos por The_Alpha desapareceram da web e seus serviços foram completamente paralisados. O desenvolvedor provavelmente gastava um certo dinheiro para manter os servidores funcionais, já que várias pessoas acessavam os seus serviços. Tendo um software livre, ele não recebia nenhum tostão diretamente pelos serviços ofertados.

Além de The_Alpha, vários outros desenvolvedores de plugins para o KODI receberam cartas parecidas. Um dos exemplos é o, provavelmente brasileiro, programador jrsergio123, que também finalizou o acesso e desenvolvimento de seus plugins.

Publicidade

A ideia de disseminar cultura abertamente, para qualquer pessoa, independente de condições econômicas é o que move grande parte desses e outros desenvolvedores de Softwares livres.

As consequências da temível Pirataria

Ha algumas semanas, foi revelado que a União Europeia escondeu um relatório de 307 páginas feito em 2014 sobre o impacto da Pirataria no Mercado. O documento revelou que a pirataria não causa nenhum impacto negativo significativo no mercado de áudio-visual, pois as pessoas que consomem produtos disponibilizados de maneira ilegal, dificilmente teriam acesso à esses produtos de outra maneira. Além disso, o relatório também afirma que, na realidade concreta, a pirataria até mesmo estimula o mercado, pois algumas pessoas acabam comprando produtos após fazerem testes em versões pirateadas.

O motivo do relatório ter sido mantido sobre sigilo parece óbvio, não? A questão parece ser muito mais ideológica do que econômica. É interessante relembrarmos que um efeito parecido ocorreu no Brasil, com o sucesso econômico do filme Tropa de Elite após o seu vazamento e comercialização por pirataria. Várias fontes da época afirmaram que a pirataria estimulou a bilheteria da obra de José Padilha.

 


Compartilhe!

Rafael TAB

Rafael tem 26 anos e mora no interior de São Paulo. Diagnosticado com transtorno bipolar é fissurado por cultura pop e nerd desde os 9 anos de idade quando foi apresentado ao sítio do Pica Pau Amarelo e logo depois ao fantástico mundo de Harry Potter. Hoje é um grande fã de O Senhor dos Anéis e Star Trek. Tem fascinação por áudio-visual, tecnologia e games.

Deixe uma resposta

Fechar Menu