Ministério Público abre investigação contra filme de Danilo Gentili
Filme de Danilo Gentili será investigado pelo Ministério Público.

Ministério Público abre investigação contra filme de Danilo Gentili

O Ministério Público de São Paulo abriu investigação contra o filme O Pior Aluno da Escola. A produção, dirigida e estrelada, por Danilo Gentili mostra a história de um garoto que tem como objetivo obter o título do filme, enquanto pratica bullying contra seus colegas. O filme foi criticado por várias, pessoas, inclusive o jornalista da Folha de São Paulo que foi demitido após as críticas.

Porém o foco do MP é outro. Segundo apurado pela UOL, o Ministério Público está investigando a falta de Classificação Indicativa no material promocional do filme. Ao invés de conter um aviso sobre a idade mínima indicada para assistir à produção, o cartaz trazia uma “piadinha”. A piada dizia que “O Pior Aluno da Escola nunca verifica a classificação indicativa do filme”.

A presenta de tal classificação é garantida pelo Estatuto da Criança é do Adolescente e regulada por portaria da Secretaria Nacional de Justiça. O filme foi avaliado pelo Ministério da Justiça como impróprio para menores de 14 anos. O livro, no qual o filme se baseia, é indicado apenas para maiores de 18 anos.

Vale relembrar que, com exceção de conteúdo voltado para maiores de 18 anos em locais de acesso público, a classificação indicativa não censura os filmes. Ela é uma ferramente de auxílio aos responsáveis por crianças e adolescentes para que eles escolham o que pode ser visto.

Rafael TAB

Rafael tem 26 anos e mora no interior de São Paulo. Diagnosticado com transtorno bipolar é fissurado por cultura pop e nerd desde os 9 anos de idade quando foi apresentado ao sítio do Pica Pau Amarelo e logo depois ao fantástico mundo de Harry Potter. Hoje é um grande fã de O Senhor dos Anéis e Star Trek. Tem fascinação por áudio-visual, tecnologia e games.
Fechar Menu