HBO utilizou elefantes de empresa com histórico de maus tratos em WestWorld

HBO utilizou elefantes de empresa com histórico de maus tratos em WestWorld

Compartilhe!

Publicidade

Westworld voltou nas últimas semanas para a sua segunda temporada. É uma série maravilhosa e que carrega vários debates filosóficos envolvendo existencialismo e o entretenimento. O último é um debate forte feito na série, visto que androides com sentimentos são utilizados para o entretenimento humano, onde são vistos apenas como máquinas. Nada muito diferente do nosso histórico racista, por exemplo, onde sempre vimos pessoas de diferentes etnias apenas como uma forma de entretenimento, não importando o seu sofrimento para gerar o produto.

Mesmo com esse debate, a HBO pisou na bola. No terceiro episódio dessa temporada ela apresentou um novo parque. Ambientado em uma região baseado na índia, a série mostrou animais naturais desse contexto. Foi o caso de um tigre feito completamente em computação gráfica. Porém o canal pago dos Estados Unidos resolveu utilizar a praticidade no caso dos elefantes, alugando os animais de uma empresa chamada Have Trunk Will Travel.

A utilização desses animais gerou protestos de grupos de defesa aos animais, como o PETA (People for the Ethical Treatment of Animais – Pessoas pelo tratamento ético de animais, em tradução livre). Um ativista desse grupo enviou uma carta à HBO em que contestou o tratamento dado aos animais pela empresa contratada. Na carta, Lauren Thomason do PETA, relembra que dos 4 elefantes nascidos em cativeiro dentro da sede da empresa, apenas um conseguiu completar quatro anos de vida. A carta, que pode ser lida em inglês aqui, finaliza relembrando à HBO que “considerando que a computação gráfica é realista e livre de crueldades, todos os animais selvagens nas séries da HBO deveriam ser criados assim, como foi o lindo tigre apresentado no episódio da noite passada.”.

Dentro da Carta, ainda foi publicado um vídeo bastante pesado que retrata o tipo de treinamento pelos quais passam os elefantes dentro da Have Trunk Will Travel. O vídeo mostra os “treinadores” (bem entre aspas mesmo) utilizando violência física contra vários elefantes, inclusive bebês, para que eles os obedeçam. Assistam, por sua conta e risco.

Publicidade

Procurada pelo site DeadLine, a HBO redigiu uma nota em que afirma o seguinte:

“Todos os animais que aparecem nas produções HBO são tratados com o máximo de cuidados e respeito por sua saúde, segurança e bem-estar. Um representante responsável por segurança animal, certificado pela American Humane, esteve presente a todo momento durante gravações com animais em Westworld. O órgão confirmou as boas condições e a produção foi certificada com o “Nenhum Animal foi Maltratado”. Estamos revendo o conteúdo relacionado aos vídeos de treinamento que incluem um dos elefantes que aparece na série. É claro, nenhum desses materiais foi gravado durante a produção (de Westworld) e, de maneira alguma, reflete a realidade nos estúdios.”

O problema é que a HBO deveria saber que, para serem tratados de forma humana dentro dos estúdios da produtora, esses elefantes provavelmente passaram por um treinamento cruel e sofreram bastante. Eles assinarem com contrato com tal empresa, apenas fortalece a cultura de violência estúpida contra animais.

*com informações do site Judão


Compartilhe!

Rafael TAB

Rafael tem 26 anos e mora no interior de São Paulo. Diagnosticado com transtorno bipolar é fissurado por cultura pop e nerd desde os 9 anos de idade quando foi apresentado ao sítio do Pica Pau Amarelo e logo depois ao fantástico mundo de Harry Potter. Hoje é um grande fã de O Senhor dos Anéis e Star Trek. Tem fascinação por áudio-visual, tecnologia e games.

Deixe uma resposta

Fechar Menu