Donald Trump quer falar com a industria sobre os jogos violentos

Donald Trump quer falar com a industria sobre os jogos violentos

Compartilhe!

Publicidade

Em mais uma jogada de presidente estúpido, Donald Trump resolver falar com a indústria de games sobre os jogos violentos. A proposta vem depois de o presidente dos Estados Unidos relacionar recentes ataques à tiro em escolas com a violência presente em algum jogos. O último caso ocorreu em uma escola da Florida. O caso ocorreu no dia 14 de fevereiro, quando um jovem ex-aluno entrou na escola armado com um Fuzil AR-15 e matou 17 pessoa. Segundo Sarah Sanders, porta voz da casa branca, a reunião visa “encontrar algo que pode ser feito a respeito do assunto”.

Não é a primeira vez (e não será a última) em que games são relacionados com casos de violência. Por mais que vários estudos comprovem o contrário, essa relação continua sendo feita ao redor do mundo.

Um estudo publicado pelo British Medical Journal, por exemplo, avaliou a relação de games e a violência durante 10 anos. A conclusão foi que essa relação não existe. Nas mais de 11 mil crianças avaliadas durante a pesquisa não apresentaram mudanças comportamentais relevantes pelo contato com os jogos.

Tal medida acaba sendo apenas um meio de fugir de debates realmente importantes que deveriam ser feitos. O impacto da facilidade para a obtenção de armas nos Estados Unidos ou a importância de melhorar o sistema de saúde para lidar com questões psicológicas e mentais são varridos para debaixo do carpete presidencial de Trump.


Compartilhe!

Rafael TAB

Rafael tem 26 anos e mora no interior de São Paulo. Diagnosticado com transtorno bipolar é fissurado por cultura pop e nerd desde os 9 anos de idade quando foi apresentado ao sítio do Pica Pau Amarelo e logo depois ao fantástico mundo de Harry Potter. Hoje é um grande fã de O Senhor dos Anéis e Star Trek. Tem fascinação por áudio-visual, tecnologia e games.

Deixe uma resposta

Fechar Menu