A vida de Stephen Hawkings

A vida de Stephen Hawkings

Compartilhe!

“Se as máquinas produzirem tudo o que precisamos, o resultado vai depender de como as coisas serão distribuídas. Todos podem usufruir de uma vida de luxo e prazer se a riqueza produzida pelas máquinas for compartilhada, ou a maioria das pessoas podem acabar miseravelmente pobres, caso a pressão dos proprietários das máquinas contra a distribuição da riqueza obtiver êxito. Até agora, a tendência parece seguir na segunda opção, com a tecnologia conduzindo a uma desigualdade cada vez maior.”

Publicidade

A frase acima é do astrofísico Stephen Hawkings, que faleceu no último dia 14 de março. Hawkings ficou famoso ao abordar sua teoria sobre buracos negros, prevendo como encontrá-los. Além disso também foi um dos principais defensores da divulgação científica, utilizando uma didática extraordinária em seus livros direcionados ao grande público.

Foi um ferrenho defensor do sistema de saúde público britânico, assim como de outras causas, como a defesa do povo Palestino, o que fez com que muitos o tachassem como antisemita. Porém ele jamais atacou a religião judaica, sendo um ferrenho crítico às ações desumanas do Estado de Israel.

Muito se falou sobre Hawkings durante os últimos dias a partir da sua “superação individual” da doença que o colocou na cadeira de rodas por mais de 40 anos, mas Hawkings negaria tudo isso em entrevista, colocando o potencial humano e coletivo para ajudá-lo a trabalhar e tocar sua vida.

Caso queira conhecer mais sobre a história de Hawkings, sugiro que assistam ao filme A História de Stephen Hawkings, produzido pela BBC, que mistura dramatização e documentário para apresentar a vida e o trabalho de um dos maiores nomes da ciência das últimas décadas. Stephen Hawkings é interpretado por Benedict Cumberbatch.

Publicidade

Sigamos olhando para as estrelas!


Compartilhe!

Rafael TAB

Rafael tem 26 anos e mora no interior de São Paulo. Diagnosticado com transtorno bipolar é fissurado por cultura pop e nerd desde os 9 anos de idade quando foi apresentado ao sítio do Pica Pau Amarelo e logo depois ao fantástico mundo de Harry Potter. Hoje é um grande fã de O Senhor dos Anéis e Star Trek. Tem fascinação por áudio-visual, tecnologia e games.

Deixe uma resposta

Fechar Menu